Alienígenas ou Terrestres?


Por Frank Herles Matos

Dois vídeos da sts48, filmados a partir do ônibus espacial Discovery, em 15 setembro 1991, coordenadas 20.30GMT (Austrália), está gerando intensos debates e controvérsias em selas de bate-papo especializados em ufologia, especialmente americanas, australianas e europeus.

São imagens com quase 18 anos que depois de censuradas e terem sumido de circulação, acabaram sendo “vasadas” para alguns blogueiros que as difundiram pelo siber-espaço.


Primeiro vídeo

Este pequeno filme chegou a ser transmitido por um canal de notícias australiano antes de ser “censurado” e outras informações sobre este fato terem simplesmente sumido da mídia, apesar de ter chamado a atenção de milhares de espectadores. Segundo Dhanishta (nickname usado por um australiano que não deseja ser identificado), agora responsável pelo Ufo-Alien-Speak, ele assistiu esse vídeo da TV e ficou impressionado com o que viu: “…não tive dúvidas de que se tratava de um ataque hostil contra um Ovni, usando algum sistema de arma tipo guerra na estrelas!”

Na avaliação de Dhanishta para obter as imagens desse primeiro vídeo “a câmara do Discovery foi redirecionada para trás e apontada para a Austrália. As primeiras imagens mostram um Ovni brilhante sobrevoando a região e, subtamente saindo da atmosfera terrestre – aparentemente próximo de outros objetos aéreos se deslocando em um vai-e-vem espacial. Em seguida o Ovni parece reduzir a velocidade – quase parando -, quando um súbito flash é visto saindo a partir da Austrália. Segundos depois o Ovni realiza uma manobra em ângulo reto (quse 45º) e se afasta da atmosfera terrestre à incrível velocidade, deixando dois rápidos rastros de luz pela trajetória que passou.”

Click Aqui para assistir ao vídeo 1


Pronunciamento da NASA

Em vez de esclarecer a questão a nota oficial da Nasa sobre este vídeo esquentou ainda mais o debate, pois afirma que “…esses rastros de luz foram provocados por partículas de gelo à deriva, sob vento de alta velocidade…”

Segundo Dhanishta e dezenas de outros ufologistas do mundo, essa explicação da NASA “…é ridícula porque partículas de gelo não fazem curvas em ângulo reto e em seguida desloca-se em velocidade superior a Mach 285 (340.000 Km/hr) para fora da atmosfera terrestre. Além disto, acelerar de Mach 73 para Mach 285 em aproximadamente 2,2 segundos é impossível para qualquer objeto fabricado pelo homem, pois essa aceleração produz pelo menos 14.000g de força – 1g é a gravidade normal da terra. Esta força/peso simplesmente esmagaria qualquer ser humano ou criatura conhecida na terra.


Segundo vídeo

Filmado dias depois sobre esta mesma região do primeiro, suas cenas nos mostram imagens ainda mais incomuns e intrigantes, “possíveis Ovnis que parecem estar disparando armas contra outros Ovnis!”

Click Aqui para assistir ao vídeo 2


Projeto secreto

Além desses dois vídeos, outro aspecto desta história que está ampliando os debates a respeito desses incidentes é o local onde esses fatos ocorreram: Noroeste do Cabo da Austrália, 6 Km ao norte da cidade de Exmouth, Austrália Ocidental, onde se localiza a Harold E. Holt US Communications Base – empreendimento militar/cientifico dos governos americano e australiano implantado em 1963, então sob a denominação de “VLF Communications Station”. A finalidade real desta base continua desconhecida, apesar de oficialmente ser “comunicações de rádio em VLF (Very Low Frequency) das marinhas norte-americana e australiana, operando no Oceano Índico.”

Entretanto, em 2003 o próprio governo autraliano afirmou que “…a Autrália, em parceria com os Estados Unidos, está envolvida no Programa de Defesa Guerra nas Estrelas.”

Diversos ufológos respeitáveis como Brian Vike, Yvonne Smith, William F. Hamilton III e outros, especialmente australianos, acreditam o objetivo principal dessa base militar “realmente foi exclusivamente comunicações em VLF até 1972, quando diversos projetos científicos iniciaram a serem agregados ao projeto original e outros objetivos importantes foram incorporados”, tanto no complexo da base como em áreas vizinhas, a exemplo do Planetário de Defesa de Learmonth, com o Observatório Solar (LSO – Learmonteh Solar Observatory) e Observatório Geomagnético (LMO – Learmonth Magnetic Observatory), cujas finalidades oficiais são “a defesa do planeta terra e seus habitantes, não contra invasores alienígenas, mas de impactos de detritos espaciais, asteróides ou cometas.” E Pine Gap – complexo civil/militar com maioria do pessoal contratado pela CIA e NRO, cujo objetivo oficial é “…interceptar sinais de rádio, telefone, internet e outros dados de comunicações de todo o mundo.”

Em parte, informações oficiais – as vezes contraditórias – sobre essa base e instalações científicas acabam aumentando o segredo e criando um manto de mistério em torno das atividades desenvolvidas naquela região.

Se você tem o Google Earth, copie ou digite essas coordenadas – 21º 48′ 59,46″S e 114º 09′ 55,12″E – e veja o estranho e incomum layaut dessa instalação militar: um hexagrama que forma uma gigantesca estrela de Davi, com 12 antenas “de rádio” (segundo informações oficiais) distribuidas geometricamente de forma no mínimo incomum.


Triângulo da  Austrália

Dezenas de avistamentos de Ovnis nas áreas de Noroeste do Cabo da Austrália e Pine Gap (próximas uma da outra) vêm sendo noticiados com frequência, alguns deles até mesmo por militares. São tantos avistamentos e anomalias registradas nesta região que alguns já a denominam de Triângulo das Bermudas da Austrália, a exemplo do desligamento de piloto automático de um Airbuz A330-303, causado por mensagem de rádio “defeituosa”; e avistamento de criatura estranha.


Dúvidas e Indagações

1. Que tipo de energia secreta ou potência de força seria extraída ou reforçada pelo uso do layout de uma estrela de Davi contida naquele hexágono?

2. Algum teste de armas ultra-secreta, tipo guerra nas estrelas, estaria sendo testada naquelas instalações?

3. Estaria ocorrendo algum tipo de combate alienígena no espaço logo acima da Terra ou, seria testes de armas terrestres tipo guerra nas estrelas?”

4. Se for algum tipo de arma desenvolvida por terrestre, que tipo de arma seria e para que finalidade teria sido criada?

5. Seria Exmouth a “Área 51” da Austrália?

6. Afinal de contas o que estaria acontecendo naquela região espacial, acima do noroeste da Austrália?


Considerações Finais

Com referência ao layout da “Harold Holt US Navy Communications Base” é lógico que nenhum governo do mundo construiria uma base militar com aqueles calculados e estudados padrões geométricos se não tivesse motivos e finalidades para isto. Parece óbvio que é algum tipo de equipamento ou arma que emite (e talvez recebe) alguns tipos de sinais e/ou de energia.

Testes de armas ultra-secreta, tipo guerra nas estrelas, como sendo a verdadeira finalidade da “Harold Holt US Navy Communications Base” foi uma teoria que obteve certa credibilidade até a divulgação e estudo dos vídeos abordados neste artigo, pois todos cientistas consultados foram unanimes em afirmar que “desconhecem qualquer tecnologia humana capaz de gerar uma velocidade de Mach 212 em apenas 2,2 segundos.”A explicação restante para que um objeto aeroespacial, controlado inteligentemente, capaz de atingir tal velocidade e fazendo curva em ângulo reto em tão pouco tempo, seria um Ovni.

Se a NASA fornecesse explicações sérias, sem sentido de ridículo como essa de “partículas de gelo à deriva”, poderíamos avaliar melhor este incidente e ajudar a esclarecer melhor a opinião pública mundial a respeito desta questão que poder ter tudo a haver com o futuro da nossa civilização.

Alguns que não acreditam em Ovnis acreditarão que algumas questões aqui expostas são tolas ou incoerentes, mas o fato é que respostas coerentes são difíceis sem se especular sobre a questão Ovni. E é exatamente especulando que no futuro saberemos as respostas certas para essas questões. Só o tempo nos mostrará a verdade por detrás desta estranha e secreta parceria militar e cientifica entre os Estados Unidos e Austrália.

Assistam os vídeos, acessem os diversos links deste artigo e tirem suas próprias conclusões.


Fontes/Créditos

1. Ufo-Alien.Speak

2. IPS – Governo Australiano

3. FAS – Intelligence Resource Program

4. Militarising Australia

5. Royal Australian Air Force

6. UFO Evidence

7. UFO related information ‘Above Top Secret’ says Australian political leader

This entry was posted in Beyond Science and tagged , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Bookmark the permalink.

2 Responses to Alienígenas ou Terrestres?

  1. andre says:

    anos a fio que queria acreditar que existia vida inteligente fora da terra…hoje procuro vida inteligente na terra.

  2. Eduardo Silva says:

    Videos muito interessantes.
    A nota da nasa além de ridicula foi estupida, pois indiretamente chamou o publico pensante de idiota.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s